Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Decreto 556/72, de 26 de Dezembro

Partilhar:

Sumário

Estabelece a forma de recrutamento do diverso pessoal do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Texto do documento

Decreto 556/72

de 26 de Dezembro

Ao abrigo do disposto no artigo 1.º do Decreto-Lei 468/72, de 22 de Novembro;

Usando da faculdade conferida pelo n.º 3.º do artigo 109.º da Constituição, o Governo decreta e eu promulgo o seguinte:

Artigo 1.º - 1. Aos concursos de admissão aos estágios poderão ser admitidos, se assim convier, indivíduos que tenham concluído a parte escolar dos respectivos cursos.

2. Aos concursos de admissão a estágio para ajudante de experimentador poderão apresentar-se, consoante for indicado em cada concurso, de harmonia com a natureza das funções a exercer, os indivíduos com determinados cursos industriais de formação profissional ou com o curso geral dos liceus ou habilitações equivalentes.

Art. 2.º A nomeação dos estagiários do Laboratório Nacional de Engenharia Civil é feita por despacho do Ministro das Obras Públicas sobre o plano de admissões elaborado após cada concurso.

Art. 3.º - 1. Os estagiários para especialista têm de candidatar-se a obtenção de certificado de estágio através de concurso aberto no período que decorre entre três e quatro anos e meio de estágio efectivo. Todavia, só serão obrigados a apresentar-se a determinado concurso aberto naquele intervalo de tempo os estagiários para especialista que forem nominalmente mencionados no anúncio de abertura desse concurso e que à data do seu encerramento tenham pelo menos quatro anos e meio de estágio efectivo.

2. Os estagiários para experimentador, ajudante de experimentador e desenhador são obrigados a apresentar-se ao primeiro concurso para obtenção de certificado de estágio da respectiva categoria cuja abertura ocorra após um período de estágio efectivo de dois anos. Podem, no entanto, apresentar-se a concurso anteriormente aberto, desde que à data do encerramento deste concurso tenham, pelo menos, dois anos de estágio efectivo.

3. Só serão admitidos aos concursos a que se referem os números anteriores os indivíduos que apresentem o diploma das habilitações exigidas na lei para admissão a estágio ou documento comprovativo de situação escolar para a qual sejam exigidas aquelas habilitações.

Art. 4.º - 1. Serão excluídos da frequência do estágio os estagiários que se não apresentem aos concursos a que forem obrigados nos termos do artigo anterior e os estagiários que não forem aprovados em concurso a que tenham sido admitidos definitivamente, salvo o disposto no número seguinte.

2. O estágio de quem, por estar impedido por serviço militar obrigatório, não compareça às provas de concurso a que tenha sido definitivamente admitido ou não se apresente a concurso a que seja obrigado à data de início da prestação daquele serviço prolongar-se-á após o termo daquele impedimento. Em tal hipótese o estagiário poderá apresentar-se a concurso que eventualmente se encontre aberto aquando do seu regresso do serviço militar, mas, no caso de assim não acontecer, será obrigado a apresentar-se ao primeiro concurso que, entretanto, se tenha aberto.

3. A exclusão do estágio referido no n.º 1 deste artigo, se a pedido do interessado se não verificar mais cedo, tornar-se-á automaticamente efectiva dois meses após a data da publicação:

a) Da lista definitiva dos candidatos admitidos a concurso, se o estagiário for candidato obrigatório e não fizer parte daquela lista;

b) Da lista de classificação do concurso a que o estagiário tiver sido admitido, se nele não obtiver aprovação.

Art. 5.º - 1. Serão recrutados por concurso de provas documentais e práticas os indivíduos que preencherão os lugares de:

a) Experimentador-chefe, a cujo concurso poderão apresentar-se os experimentadores que contem, pelo menos, seis anos de bom e efectivo serviço no quadro, nesta categoria;

b) Ajudante de experimentador de 1.ª classe, a cujo concurso poderão apresentar-se os ajudantes de experimentador de 2.ª classe que contem, pelo menos, três anos de efectivo serviço no quadro e tenham obtido aproveitamento no respectivo curso de aperfeiçoamento;

c) Chefes de secção, quando os candidatos sejam primeiros-oficiais e outro pessoal administrativo da categoria L segundo o artigo 2.º do Decreto-Lei 49410, de 24 de Novembro de 1969, com mais de três anos de bom e efectivo serviço no quadro, na categoria.

2. Serão recrutados por concurso obrigatório de provas documentais os indivíduos que ocuparão os lugares de:

a) Experimentador de 1.ª classe, a cujo concurso serão submetidos os experimentadores de 2.ª classe que contem, pelo menos, três anos de serviço no quadro, nesta categoria;

b) Desenhador principal, a cujo concurso serão submetidos os desenhadores de 1.ª classe que contem, pelo menos, quatro anos de efectivo serviço no quadro, na categoria de desenhador.

3. Serão recrutados por concurso de provas práticas, sem prejuízo do disposto na alínea b) do artigo 6.º, os indivíduos que preencherão os lugares de mestre, a cujo concurso se poderão apresentar candidatos de especialização adequada possuindo larga prática profissional e habilitados com o curso de uma escola industrial, independentemente do limite de idade legal estabelecido pelo artigo 4.º do Decreto com força de lei 16563, de 2 de Março de 1929.

Art. 6.º Serão recrutados por escolha os indivíduos que preencherão os lugares de:

a) Mestre geral, entre os mestres do Laboratório com, pelo menos, quatro anos de serviço no quadro, ou, se for julgado conveniente, dadas as funções a desempenhar, por concurso de provas práticas entre candidatos de especialização adequada possuindo larga prática profissional e habilitados com o curso de uma escola industrial, independentemente do limite de idade legal;

b) Mestre, no caso de o domínio de especialização ser o desenho, entre os desenhadores-chefes do Laboratório que contem, pelo menos, quatro anos de efectivo serviço no quadro, na categoria;

c) Chefes de secção, quando os candidatos forem habilitados com curso superior de natureza adequada às necessidades do serviço.

Art. 7.º - 1. Enquanto não for publicada nova regulamentação dos concursos de promoção a experimentador de 1.ª classe aplicar-se-á o regulamento aprovado pelo Decreto 49354, de 4 de Novembro de 1969, com adaptação correspondente a eliminação das provas práticas.

2. A obrigatoriedade de apresentação a concurso para obtenção de certificado de estágio por parte dos estagiários para especialista que, nos termos do § 1.º do artigo 25.º do Decreto-Lei 43825, de 27 de Julho de 1961, são candidatos obrigatórios a um dos concursos que se encontram em curso mantém-se, mas sòmente em relação aos estagiários que contem, pelo menos, quatro anos e meio de estágio efectivo à data do encerramento desse concurso.

Art. 8.º São revogados o § 2.º do artigo 23.º, os §§ 1.º e 2.º do artigo 25.º e os artigos 34.º, 36.º, 45.º, 46.º e 52.º do Decreto-Lei 43825, de 27 de Julho de 1961, os artigos 10.º, 13.º, 17.º, 18.º e 19.º do Decreto-Lei 47627, de 7 de Abril de 1967, e o artigo 3.º do Decreto-Lei 55/71, de 26 de Fevereiro.

Marcello Caetano - Rui Alves da Silva Sanches.

Promulgado em 13 de Dezembro de 1972.

Publique-se.

O Presidente da República, AMÉRICO DEUS RODRIGUES THOMAZ.

Anexos

  • Texto integral do documento: https://dre.tretas.org/pdfs/1972/12/26/plain-116388.pdf ;
  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/116388.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga aos seguintes documentos (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1961-07-27 - Decreto-Lei 43825 - Ministério das Obras Públicas - Gabinete do Ministro

    Aprova a lei orgânica do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), organismo com personalidade jurídica e autonomia administrativa e financeira, integrado no Ministério das Obras Públicas.

  • Tem documento Em vigor 1967-04-07 - Decreto-Lei 47627 - Ministério das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Introduz alterações na lei orgânica do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

  • Tem documento Em vigor 1969-11-04 - Decreto 49354 - Ministério das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Aprova e publica em anexo Regulamento dos Concursos do Pessoal Técnico e do Pessoal de Traduções do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

  • Tem documento Em vigor 1969-11-24 - Decreto-Lei 49410 - Presidência do Conselho e Ministério das Finanças

    Insere disposições diversas sobre vencimentos e regalias económico-sociais dos servidores do Estado, bem como sobre quadros e categorias.

  • Tem documento Em vigor 1971-02-26 - Decreto-Lei 55/71 - Ministério das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Cria no Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC) o Serviço de Edifícios, cuja actividade se exercerá no domínio da investigação, da assistência técnica e de divulgação relativas aos problemas da concepção, projecto, execução e conservação dos edifícios em geral e, em particular, dos edifícios para habitação e dos conjuntos habitacionais. O actual Serviço de Edifícios e Pontes para a designar-se Serviço de Estruturas.

  • Tem documento Em vigor 1972-11-22 - Decreto-Lei 468/72 - Ministério das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Determina várias providências respeitantes ao pessoal do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Ligações para este documento

Este documento é referido nos seguintes documentos (apenas ligações a partir de documentos da Série I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1973-02-14 - Decreto 48/73 - Ministério das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Aprova o Regulamento dos Concursos de Provimento de Lugares de Chefe de Secção do Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

  • Tem documento Em vigor 1975-07-03 - Decreto 345/75 - Ministério do Equipamento Social e do Ambiente - Secretaria de Estado das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Estabelece a forma de provimento dos lugares de chefe de secção do Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

  • Tem documento Em vigor 1976-02-09 - Decreto-Lei 117-C/76 - Ministério do Equipamento Social - Secretaria de Estado das Obras Públicas - Laboratório Nacional de Engenharia Civil

    Introduz alterações na lei orgânica do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

  • Tem documento Em vigor 1976-03-13 - DECLARAÇÃO DD8625 - PRESIDÊNCIA DO CONSELHO DE MINISTROS

    Declara ter sido rectificado o Decreto-Lei n.º 117-C/76, de 9 de Fevereiro, que introduz alguns ajustamentos nas disposições legais reguladoras do conselho administrativo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

  • Tem documento Em vigor 1976-03-13 - Declaração - Presidência do Conselho de Ministros - Secretaria-Geral

    De ter sido rectificado o Decreto-Lei n.º 117-C/76, de 9 de Fevereiro, que introduz alguns ajustamentos nas disposições legais reguladoras do conselho administrativo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda