Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Decreto-lei 26/90, de 24 de Janeiro

Partilhar:

Sumário

Determina a cessação do acesso aos acordos de assistência da PAREMPRESA e estabelece o regime de tramitação do processo em curso.

Texto do documento

Decreto-Lei 26/90

de 24 de Janeiro

As dificuldades de natureza financeira que, no passado e de uma forma generalizada, afectaram as estruturas empresariais portuguesas colocaram em risco de sobrevivência empresas que, no entanto, possuíam uma capacidade económica indiscutível.

Na situação que então se vivia, as formas de recuperação possíveis para estas empresas passavam essencialmente pela consolidação de dívidas à banca e à Fazenda Pública e, nesse quadro, assumia particular relevo a criação de instrumentos de negociação entre as partes envolvidas no processo de viabilização. É neste contexto que surgem primeiro os contratos de viabilização e, mais tarde, os acordos de assistência da PAREMPRESA, traduzidos na concessão de significativos incentivos fiscais e financeiros, que consubstanciavam a conjugação de esforços dos accionistas das empresas, dos respectivos credores e do próprio Estado.

Hoje, o quadro económico encontra-se profundamente alterado. Por um lado, assistimos a uma considerável recuperação da situação económica e financeira das empresas e, por outro, as situações de dificuldades que ainda subsistem podem ser ultrapassadas com recurso a novos instrumentos e através de um diálogo directo em que a intervenção do Estado é cada vez menos necessária. A prová-lo está o facto de o número de empresas que se candidatam à assistência da PAREMPRESA ter vindo a reduzir-se de tal modo que já se não justifica a manutenção dos instrumentos de apoio que as empresas tinham ao seu dispor.

Assim:

Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 201.º da Constituição, o Governo decreta o seguinte:

Artigo 1.º A faculdade de recurso aos instrumentos de recuperação de empresas previstos no Decreto-Lei 125/79, de 10 de Maio, com a nova redacção que lhe foi dada pelo Decreto-Lei 120/83, de 1 de Março, cessa 15 dias após a data de entrada em vigor do presente diploma.

Art. 2.º - 1 - As candidaturas que até ao termo do prazo fixado no artigo anterior tenham sido apresentadas à PAREMPRESA serão por ela apreciadas, competindo-lhe ainda, nos 30 dias subsequentes à referida data, submeter a homologação ministerial as propostas que forem aprovadas.

2 - Igual procedimento é aplicado às revisões de contratos de viabilização e acordos de assistência que à data da entrada em vigor deste diploma tenham sido apresentados à PAREMPRESA.

3 - Os acordos de assistência e contratos de viabilização, bem como as suas revisões, já homologados ou que venham a sê-lo nos termos deste artigo deverão ser celebrados no prazo máximo de 30 dias após a data da homologação ou da publicação deste diploma, se posterior, sob pena de caducidade.

Art. 3.º - 1 - As competências da PAREMPRESA no acompanhamento da execução de acordos de assistência e contratos de viabilização e no processo conducente à realização das revisões contratualmente previstas são atribuídas à instituição de crédito nacional maior credora, à qual competirá apresentar à Direcção-Geral do Tesouro, para efeitos de homologação, as correspondentes propostas.

2 - Pela execução das tarefas referidas no número anterior poderá o banco maior credor cobrar das empresas assistidas a taxa de acompanhamento que por estas era devida à PAREMPRESA.

Visto e aprovado em Conselho de Ministros de 23 de Novembro de 1989. - Aníbal António Cavaco Silva - Rui Carlos Alvarez Carp.

Promulgado em 13 de Janeiro de 1990.

Publique-se.

O Presidente da República, MÁRIO SOARES.

Referendado em 15 de Janeiro de 1990.

O Primeiro-Ministro, Aníbal António Cavaco Silva.

Anexos

  • Texto integral do documento: https://dre.tretas.org/pdfs/1990/01/24/plain-4529.pdf ;
  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/4529.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga aos seguintes documentos (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1979-05-10 - Decreto-Lei 125/79 - Ministério das Finanças e do Plano - Secretaria de Estado das Finanças

    Cria uma sociedade anónima de responsabilidade limitada com a designação de Parageste-Sociedade Parabancária para a Recuperação de Empresas, definindo as suas atribuições, competências e funcionamento e aprovando os respectivos Estatutos, publicados em anexo.

  • Tem documento Em vigor 1983-03-01 - Decreto-Lei 120/83 - Ministério das Finanças e do Plano

    Cria uma sociedade anónima com a designação de PAREMPRESA - Sociedade Parabancária para a Recuperação de Empresas, S. A. R. L..

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda