Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Portaria 615/2014, de 25 de Julho

Partilhar:

Sumário

Classifica como monumento de interesse público a Igreja do Senhor Jesus da Piedade, na Avenida da Piedade, Elvas, freguesia de Assunção, Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso, concelho de Elvas, distrito de Portalegre.

Texto do documento

Portaria 615/2014

A Igreja do Senhor Jesus da Piedade, em Elvas, constitui um dos mais significativos exemplos das experiências barrocas da arquitetura portuguesa de Setecentos, marcada por um forte ecletismo.

No entanto, e ao contrário do que acontece noutros templos alentejanos, inscritos no ciclo de influência de Mafra, o modelo do Senhor Jesus da Piedade parece derivar diretamente da convergência entre a tradição nacional e o barroco da Europa Central.

Edificada em 1753, a igreja veio substituir uma pequena capela construída poucos anos antes, e já demasiado exígua para a romaria que atraía, uma das mais concorridas da região, justificando a configuração e amplitude do adro e escadaria fronteiros. Na fachada destacam-se as torres, implantadas obliquamente em relação ao alçado, formando com o corpo central uma espécie de contracurva ou harmónio, e conferindo forte unidade à fachada, no que constitui uma solução rara no país, embora comum na Europa germânica e no Brasil. As cúpulas bolbosas das torres e o frontão do templo, claros elementos barrocos, conjugam-se com a linearidade dos restantes elementos e com a depuração dos alçados, mais próximos da arquitetura de tradição nacional.

O interior é revestido por mármores polícromos, que se repetem nos altares laterais (com telas de Cyrillo Wolkmar Machado), nos púlpitos de mármores e no retábulo da capela-mor, ligando-se esta última à nave através de um corpo octogonal. Merece ainda referência a sacristia, com teto pintado, portas com almofadas entalhadas e douradas, e revestimento azulejar setecentista.

A classificação da Igreja do Senhor Jesus da Piedade reflete os critérios constantes do artigo 17.º da Lei 107/2001, de 8 de setembro, relativos ao caráter matricial do bem, ao seu interesse como testemunho simbólico ou religioso, ao seu valor estético, técnico e material intrínseco, à sua conceção arquitetónica e paisagística e à sua extensão e ao que nela se reflete do ponto de vista da memória coletiva.

A zona especial de proteção do monumento agora classificado será fixada por portaria, nos termos do disposto no artigo 43.º da Lei 107/2001, de 8 de setembro.

Procedeu-se à audiência escrita dos interessados, nos termos gerais do artigo 101.º do Código do Procedimento Administrativo e de acordo com o previsto no 27.º da Lei 107/2001, de 8 de setembro.

Foi promovida a audiência prévia da Câmara Municipal de Elvas.

Assim:

Nos termos do disposto no artigo 15.º, no n.º 1 do artigo 18.º e no n.º 2 do artigo 28.º da Lei 107/2001, de 8 de setembro, e no uso das competências conferidas pelo n.º 11 do artigo 10.º do Decreto-Lei 86-A/2011, de 12 de julho, manda o Governo, pelo Secretário de Estado da Cultura, o seguinte:

Artigo único

Classificação

É classificada como monumento de interesse público a Igreja do Senhor Jesus da Piedade, na Avenida da Piedade, Elvas, freguesia de Assunção, Ajuda, Salvador e Santo Ildefonso, concelho de Elvas, distrito de Portalegre, conforme planta constante do anexo à presente portaria, da qual faz parte integrante.

9 de julho de 2014. - O Secretário de Estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.

ANEXO

(ver documento original)

207972786

Anexos

  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/318477.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga aos seguintes documentos (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

Ligações para este documento

Este documento é referido no seguinte documento (apenas ligações a partir de documentos da Série I do DR):

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda