Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Decreto Legislativo Regional 20/86/A, de 24 de Outubro

Partilhar:

Sumário

Cria na Região Autónoma dos Açores o cartão de produtor de leite.

Texto do documento

Decreto Legislativo Regional 20/86/A
Cartão de produtor de leite
O leite e os seus produtos constituem, neste momento, o principal suporte da economia agrícola regional.

Na expansão verificada registou-se sempre um elevado nível de concorrência, que, por um lado, foi extraordinariamente salutar e actuou como motor de desenvolvimento e, por outro, contribuiu para a indisciplina e irresponsabilidade dos produtores no que se refere à higiene e à qualidade do leite, o que poderá comprometer a viabilidade futura do sector.

A adesão à CEE e os condicionalismos técnicos e económicos que a mesma impõe determinam que, considerada a relevância e a projecção que a produção de leite e lacticínios tem na economia da Região, se adoptem, desde já, medidas que salvaguardem aquela actividade económica, promovendo a melhoria da qualidade do leite e dos lacticínios.

De entre estas medidas ressalta a necessidade de identificação dos produtores e da estrutura produtiva através da institucionalização do cartão de produtor, que permitirá um conhecimento real das suas condicionantes e limitações e porá termo a formas de produção oportunistas e irresponsáveis que ainda existem entre nós.

Assim, a Assembleia Regional das Açores, ao abrigo do disposto na alínea c) do artigo 26.º do Estatuto Político-Administrativo da Região Autónoma dos Açores e da alínea a) do artigo 229.º da Constituição, aprova o seguinte:

Artigo 1.º - 1 - É criado na Região Autónoma dos Açores o cartão de produtor de leite, como forma de identificação dos produtores de leite e da respectiva estrutura produtiva.

2 - Consideram-se produtores de leite as pessoas singulares ou colectivas que exploram gado bovino leiteiro ou caprino e que procedam à venda de leite, quer para consumo em natureza quer para fins industriais.

Art. 2.º - 1 - O cartão de produtor de leite de modelo a aprovar por portaria da Secretaria Regional da Agricultura e Pescas, é pessoal e intransmissível, sendo seu titular o proprietário da exploração.

2 - O cartão de produtor de leite deverá ser revalidado, ao fim de cinco anos, pelos serviços veterinários da respectiva ilha.

3 - Quando cessar a actividade do produtor, é obrigatória a devolução do respectivo cartão aos serviços veterinários, no prazo de 90 dias.

4 - O falecimento do produtor deverá ser comunicado, no prazo de 90 dias, aos serviços veterinários, que poderão averbar o cartão do falecido em nome dos seus herdeiros, situação que poderá manter-se até à partilha dos bens afectos à lavoura respectiva.

Art. 3.º - 1 - É considerada clandestina e ilegal a produção de leite por quem não seja titular do cartão de produtor de leite a que se refere o presente diploma.

2 - É obrigatória a apresentação do cartão de produtor de leite sempre que for exigida pelos serviços veterinários, pelos médicos veterinários municipais, pelo serviço encarregado da classificação do leite, pelo Serviço de Qualidade Alimentar e da Fiscalização das Actividades Económicas e pela inspecção e delegação de saúde.

3 - Todas as entidades compradoras de leite ficam obrigadas a exigir dos seus fornecedores a exibição do referido cartão, averbando o respectivo número nos mapas de recepção diária dos postos de recolha e nas cadernetas de lançamento do leite recebido de cada produtor.

Art. 4.º - 1 - É obrigatória a inscrição de todos os produtores de leite nos serviços veterinários da respectiva ilha no prazo de 90 dias a contar da publicação do presente diploma.

2 - Os novos produtores deverão requerer a sua inscrição antes do início da actividade.

Art. 5.º - 1 - Sempre que os serviços oficiais detectarem qualquer caso de não cumprimento do preceituado nos n.os 1 e 2 do artigo 4.º, deverão levantar auto de notícia nos termos da lei e remetê-lo, no prazo de dois dias úteis, aos serviços veterinários.

2 - Depois de confirmada por estes serviços a inexistência de qualquer cartão de produtor de leite emitido em nome do transgressor, será o respectivo processo enviado, no prazo de dois dias úteis, à Direcção Regional de Veterinária, que o enviará à Comissão de Aplicação de Coimas em Matéria Económica, a que se refere o Decreto Legislativo Regional 14/85/A, de 23 de Janeiro.

Art. 6.º O não cumprimento do disposto no presente diploma será punido nos termos do Decreto-Lei 28/84, de 20 de Janeiro.

Aprovado pela Assembleia Regional dos Açores, na Horta, em 3 de Setembro de 1986.

O Presidente da Assembleia Regional, José Guilherme Reis leite.
Assinado em Angra do Heroísmo em 7 de Outubro de 1986.
Publique-se.
O Ministro da República para a Região Autónoma dos Açores, Vasco J. Rocha Vieira.

Anexos

  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/60.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga aos seguintes documentos (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1984-01-20 - Decreto-Lei 28/84 - Ministérios da Justiça, da Saúde, da Agricultura, Florestas e Alimentação, do Comércio e Turismo e da Qualidade de Vida

    Altera o regime em vigor em matéria de infracções antieconómicas e contra a saúde pública.

  • Tem documento Em vigor 1985-12-23 - Decreto Legislativo Regional 14/85/A - Região Autónoma dos Açores - Assembleia Regional

    Constitui a Comissão de Aplicação de Coimas em Matéria Económica, da Região Autónoma dos Açores, e estabelece as suas atribuições e funcionamento.

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda