Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Decreto-lei 189/77, de 10 de Maio

Partilhar:

Sumário

Actualiza várias disposições do Estatuto de Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 44131, de 30 de Dezembro de 1961.

Texto do documento

Decreto-Lei 189/77

de 10 de Maio

O Estatuto de Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, aprovado pelo Decreto-Lei 44131, de 30 de Dezembro de 1961, tem vindo, em certos domínios, a mostrar-se desactualizado.

Assim, nomeadamente no que se refere à estrutura administrativa prevista para a Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, há que alterar a constituição do conselho administrativo, acompanhando, de resto, os critérios que vão conduzindo à revisão geral em curso nas forças armadas.

E verifica-se também a necessidade de reformular certos aspectos da cobertura de encargos assistenciais, dado que as modernas técnicas terapêuticas reduziram ao mínimo o período de tratamento, por motivo de contágio.

Verificando-se que o tratamento em regime ambulatório é terapeuticamente suficiente na quase totalidade dos casos, quando bem conduzido;

Atendendo-se, contudo, a que a maior parte das praças nesse regime nem sempre têm condições para fazer face aos encargos que resultam de uma alimentação apropriada, necessariamente onerosa;

E julgando-se oportuno, também, revogar as disposições que obrigam os militares internados ou os seus familiares a sofrerem descontos durante o internamento, encargo esse que nunca suportaram os funcionários civis em idênticas circunstâncias, e porque, como estes, também os militares descontam a sua quotização mensal para a Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, através dos Serviços Sociais das Forças Armadas:

O Conselho da Revolução decreta, nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 148.º da Constituição, o seguinte:

Artigo 1.º - 1. O conselho administrativo da Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas passará a ter a seguinte constituição:

a) Um presidente, que será oficial superior dos serviços de administração ou de intendência de qualquer ramo das forças armadas, do activo ou na situação de reserva, proposto pelo presidente da direcção da Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas;

b) Um chefe de contabilidade, capitão ou subalterno dos serviços de administração ou de intendência de qualquer dos três ramos das forças armadas, do activo ou na situação de reserva;

c) Um tesoureiro, capitão ou subalterno de qualquer dos três ramos das forças armadas, do activo ou na situação de reserva.

2. O conselho administrativo pode dispor de pessoal militar ou civil necessário para o regular desenvolvimento das suas actividades.

Art. 2.º - 1. Os militares assistidos pela Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas não sofrerão nas remunerações ou pensões qualquer redução ou desconto que reverta para aquele órgão.

2. A perda de receitas da Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas resultante da disposição do número anterior será compensada no subsídio global concedido pelos Serviços Sociais das Forças Armadas.

Art. 3.º - 1. As importâncias fixadas para alimentação das praças assistidas pela Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas inscritas no Orçamento Geral do Estado reverterão para a Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas no caso de estas estarem internadas, e serão entregues directamente pelas unidades às praças assistidas em regime ambulatório.

2. A Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, através do subsídio global concedido pelos Serviços Sociais das Forças Armadas, entregará às praças assistidas em regime ambulatório quantias para reforço alimentar, do montante igual ao das importâncias para alimentação inscritas no Orçamento Geral do Estado.

Art. 4.º - 1. O período de assistência conta-se a partir da data da confirmação de doença pela Junta de Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas.

2. As remunerações ou pensões dos militares assistidos ou com pessoas de família assistidas continuarão a ser-lhes pagas, conforme a situação, pelos conselhos administrativos dos departamentos, unidades, estabelecimentos militares por onde as vinham recebendo ou pela Caixa Geral de Aposentações.

Art. 5.º Ficam revogados os artigos 37.º, 61.º e 62.º do Estatuto da Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, aprovados pelo Decreto-Lei 44131, de 30 de Dezembro de 1961, excepto na parte que é integrada no presente decreto-lei, e que consta do artigo anterior.

Visto e aprovado em Conselho da Revolução em 15 de Abril de 1977.

Promulgado em 9 de Abril de 1977.

Publique-se.

O Presidente da República, ANTÓNIO RAMALHO EANES.

Anexos

  • Texto integral do documento: https://dre.tretas.org/pdfs/1977/05/10/plain-221157.pdf ;
  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/221157.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga ao seguinte documento (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1961-12-30 - Decreto-Lei 44131 - Presidência do Conselho - Gabinete do Ministro da Defesa Nacional

    Aprova, para execução a partir de 1 de Janeiro de 1962, o Estatuto da Assistência aos Tuberculosos das Forças Armadas, que faz parte integrante do presente diploma.

Ligações para este documento

Este documento é referido no seguinte documento (apenas ligações a partir de documentos da Série I do DR):

  • Tem documento Em vigor 2019-05-29 - Lei 36/2019 - Assembleia da República

    Cessação de vigência de decretos-leis publicados entre os anos de 1975 e 1980

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda