Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda

Decreto Regulamentar Regional 38/81/A, de 7 de Agosto

Partilhar:

Sumário

Aplica à administração regional e autárquica da Região Autónoma dos Açores o disposto no Decreto-Lei n.º 110-A/81, de 14 de Maio, introduzindo-lhe certas adaptações.

Texto do documento

Decreto Regulamentar Regional 38/81/A

Atendendo ao facto de não se encontrarem abrangidos pelo Decreto-Lei 110-A/81, de 14 de Maio, os funcionários e agentes da administração regional e autárquica da Região Autónoma dos Açores e verificando-se a necessidade de se adoptarem na Região as disposições legais nele expressas e se proceder a algumas adaptações consideradas necessárias:

O Governo Regional decreta, nos termos do artigo 229.º, n.º 1, alínea d), da Constituição, o seguinte:

Artigo 1.º É aplicável à administração regional e autárquica da Região Autónoma dos Açores o disposto no Decreto-Lei 110-A/81, de 14 de Maio.

Art. 2.º Aos artigos 5.º, 6.º, 8.º, 12.º, 20.º, 23.º, 24.º, 26.º, 27.º, 30.º, 32.º e 34.º do Decreto-Lei 110-A/81, de 14 de Maio, são introduzidas as seguintes adaptações:

Art. 5.º - 1 - .............................................................

a) Ao vencimento de director regional, para o presidente;

b) Ao vencimento de director de serviços, para os restantes membros.

2 - ...........................................................................

Art. 6.º - 1 - .............................................................

a) ............................................................................

b) Se se tratar de exercício de funções sem sujeição a horário determinado ou de cargo desempenhado em regime de tempo parcial sem correspondência nas categorias existentes na função pública regional, mediante despacho conjunto dos Secretários Regionais das Finanças, da Administração Pública e da tutela;

c) ............................................................................

2 - ...........................................................................

3 - ...........................................................................

Art. 8.º - 1 - .............................................................

2 - Em casos devidamente fundamentados, mediante decreto regulamentar regional, poderá ser excepcionado o disposto no número anterior.

3 - ...........................................................................

4 - ...........................................................................

Art. 12.º - 1 - ...........................................................

2 - ...........................................................................

a) ............................................................................

b) ............................................................................

c) ............................................................................

d) Em circunstâncias excepcionais e delimitadas no tempo, mediante autorização do membro do Governo Regional competente ou, quando não for possível, mediante confirmação das mesmas entidades, a proferir nos dez dias posteriores à ocorrência.

Art. 20.º - 1 - ...........................................................

2 - ...........................................................................

3 - ...........................................................................

4 - Mensalmente, os serviços preencherão e enviarão à Secretaria Regional das Finanças impresso próprio, assinado pelo respectivo dirigente, com indicação, por funcionário e agente, do número de horas de trabalho prestado, do respectivo fundamento legal e das correspondentes remunerações.

Art. 23.º - 1 - ...........................................................

2 - ...........................................................................

a) ............................................................................

b) ............................................................................

c) ............................................................................

d) ............................................................................

e) ............................................................................

3 - Obtida a autorização, o processo segue a tramitação normal, sendo enviado à Secção Regional do Tribunal de Contas para efeitos de visto, acompanhado dos elementos referidos nos números anteriores, e enquanto esta não se encontrar em funcionamento, deverão os respectivos processos previamente obter parecer da Secretaria Regional da Administração Pública.

Art. 24.º - 1 - A acumulação de funções ou cargos pelo pessoal dirigente abrangido pelo Decreto Regional 9/80/A, de 5 de Abril, continua a regular-se pelo regime previsto no seu artigo 9.º, aplicando-se-lhe a tramitação prevista no artigo anterior, com as adaptações constantes dos números seguintes.

2 - ...........................................................................

a) ............................................................................

b) ............................................................................

c) ............................................................................

3 - Este requerimento deverá ser submetido a parecer do Secretário Regional da Administração Pública antes de despachado pelo membro do Governo Regional que superintenda no serviço de origem.

Art. 26.º - 1 - Pelo exercício de funções ou cargos públicos regionais, ainda que em regime de acumulação, incluindo inerência, não poderão ser percebidas remunerações superiores ao vencimento de secretário regional.

2 - ...........................................................................

3 - ...........................................................................

4 - Ficam revogadas as disposições especiais que permitam o abono de remunerações que ultrapassem os limites fixados nos números anteriores, quer as verbas sejam oriundas do orçamento regional, quer de serviços e fundos autónomos.

Art. 27.º A isenção de horário do pessoal dirigente a que se refere o Decreto Regional 9/80/A, de 5 de Abril, bem como dos chefes de repartição e de secção, não dispensa da observância do dever geral de assiduidade nem do cumprimento da duração semanal mínima de trabalho de trinta e seis horas.

Art. 30.º - 1 - O disposto no capítulo IV é aplicável às situações de acumulação constituídas à data da entrada em vigor do presente diploma, as quais serão confirmadas, extintas ou alteradas até 31 de Julho de 1981, atento o regime ora estabelecido, salvo as já concedidas ao abrigo do artigo 9.º do Decreto Regional 9/80/A, de 5 de Abril.

2 - ...........................................................................

Art. 32.º O disposto nos capítulos III e IV do presente diploma será aplicável, com as necessárias adaptações, à administração autárquica mediante portaria do Governo Regional.

Art. 34.º As dúvidas resultantes da aplicação do presente diploma serão resolvidas por despacho conjunto dos Secretários Regionais das Finanças e da Administração Pública.

Art. 3.º O presente diploma produz efeitos a partir da data da entrada em vigor do Decreto-Lei 110-A/81, de 14 de Maio.

Aprovado pelo Governo Regional em 3 de Junho de 1981.

O Presidente do Governo Regional, João Bosco Mota Amaral.

Assinado em Angra do Heroísmo em 22 de Julho de 1981.

Publique-se.

O Ministro da República para a Região Autónoma dos Açores, Tomás George Conceição Silva.

Anexos

  • Texto integral do documento: https://dre.tretas.org/pdfs/1981/08/07/plain-201969.pdf ;
  • Extracto do Diário da República original: https://dre.tretas.org/dre/201969.dre.pdf .

Ligações deste documento

Este documento liga aos seguintes documentos (apenas ligações para documentos da Serie I do DR):

  • Tem documento Em vigor 1980-04-05 - Decreto Regional 9/80/A - Região Autónoma dos Açores - Assembleia Regional

    Aplica à Região Autónoma dos Açores, com as necessárias adaptações o Decreto-Lei 191-F/79, de 26 de Junho ( estabelece o regime jurídico e condições do exercício das funções de direcção e chefia).

  • Tem documento Em vigor 1981-05-14 - Decreto-Lei 110-A/81 - Ministérios das Finanças e do Plano e da Reforma Administrativa

    Altera a tabela de vencimentos, gratificações e pensões dos funcionários e agentes da Administração Pública, da administração central e local e dos institutos públicos.

Aviso

NOTA IMPORTANTE - a consulta deste documento não substitui a leitura do Diário da República correspondente. Não nos responsabilizamos por quaisquer incorrecções produzidas na transcrição do original para este formato.

O URL desta página é:

Clínica Internacional de Campo de Ourique
Pub

Atenção

Tendo em conta a melhoria do site oficial do DRE, tenho de ponderar a continuação deste site no futuro. Vou tentar fazer rapidamente um post com os prós e contras da manutenção deste site de modo a dar aos utilizadores uma forma de expressarem a sua opinião sobre este assunto.

Como a adaptação do software para obter o texto dos documentos a partir do novo site do dre é trivial, já estamos neste momento a actualizar a base de dados.

Outros Sites

Visite os nossos laboratórios, onde desenvolvemos pequenas aplicações que podem ser úteis:


Simulador de Parlamento


Desvalorização da Moeda